Grande lata

O ministro das Finanças Teixeira dos Santos, com o ar mais cândido do mundo, diz que um aumento de 2.1 por cento na Função Pública é “o aumento possível num contexto de rigor orçamental”.

Mas está claro que sim! Depois de anos e anos a perder poder de compra, primeiro com os salários congelados, depois com salários abaixo da inflação e a suspensão da progressão automática nas carreiras profissionais e mais tarde com o atrasos na regulação da avaliação de desempenho, os trabalhadores só podem mesmo estar reconhecidos por um aumento em linha com a inflação.

Os trabalhadores agradecem tamanha bondade.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s