01 – Cantiga para pedir dois tostões

A partir de hoje e todos os dias, vão ser colocadas as músicas do José Mário Branco, do álbum, “mudam-se os tempos mudam-se as vontades”, considerado por alguns, como o melhor do canto de intervenção. Este Álbum foi gravado em França e editado pela primeira vez em LP em Novembro de 1971.

Estas músicas estão todas disponíveis na Box.net, e aqui na coluna do lado esquerdo deste Blogue. Esta iniciativa tem prosseguimento com outros músicos após o fim da publicação destas músicas.

Nos carris
Vão dois comboios parados
Foste longe e regressaste
Trazes fatos bem cuidados
E já pensas
Em dourar o teu portão
Se és senhor de dez ou vinte
És criado de um milhão
Regressaste
Com um dedo em cada anel
E projectos num papel
E amigos esquecidos
Tempos idos
São tempos que voltarão
Em que pedirás ao chão
Os banquetes prometidos

Milionário que voltaste
Dois tostões p´rós que atraiçoaste

Fazes pontes
Sobre rios e valados
Mas quando o cimento seca
Já morremos afogados
Fazes fontes
No silêncio das aldeias
E a sede é tal que bebemos
Até ter água nas veias
Instituíste
Guarda-sóis e manda-chuvas
Lambe-botas, beija-luvas
Pedras-moles e águas-duras
Inauguras
Monumentos ao passado
Que está morto e enterrado
Entre naus e armaduras

Milionário que voltaste
Dois tostões p´rós que atraiçoaste

Quanto a nós
Nós cantores da palidez
Nosso canto nunca fez
Filhos sãos a uma mulher
Nem sequer
Passa mel nos nossos ramos
Pois a abelha que cantamos
Será mosca até morrer

Milionário que voltaste
Dois tostões p´rós que atraiçoaste

Letra:Sérgio Godinho
Música:José Mário Branco
Álbum:Mudam-se os tempos mudam-se as vontades

Advertisements

3 comentários a “01 – Cantiga para pedir dois tostões

  1. alguém que me envie o poema “os meninos de amanhâ vão acordar num mundo novo…” e ai lisboa quem te dera estar segura que ocanto é sem mistura…” incrível não consigo em lado nenhum, nem sei bem se são do JMBranco, mas penso que sim. Bem-hajam

  2. Também eu sou Fernando e desse ano. Que saudades deste JMBranco que me ajudou tanto na adolescência e que tinha a lucidez de perceber que uma revolução é uma revolução e música, pode ajudar mas … é música. Mais, muito mais, que as posteriores arengas amargas de uma qualquer vanguarda quimérica em que, infelizmente, se afundou, recordo as palavras geniais desta “Cantiga”, depois tão desmentidas:
    “quanto a nós, cantores da palidez, nosso canto nunca fez filhos sãos a uma mulher. Nem sequer passa mel em nossos ramos, pois a abelha que cantamos, será mosca até morrer.”

  3. Para o José Perfeito.

    A primeira é realmente do JMB. Chama-se “Os Meninos de Amanhã” e deixo aqui o poema. A segunda é do Camané e chama-se “A Cantar é que te Deixas Levar”.

    Os meninos de amanhã
    (ELOGIO DO REVOLUCIONÁRIO)

    Os meninos de amanhã
    Vão acordar num mundo novo
    Com a estrela da manhã
    A iluminar o beco do povo
    E nos livros da escola
    Ouvirão contar
    Quantas lutas se travaram
    Para a vida mudar
    Os meninos saberão
    O amor dos revolucionários
    Que lutaram sem descanso
    Para mudar este fadário.
    E as memórias vigilantes
    Saberão contar
    Essas vidas que se deram
    Sem desanimar
    Há tanta gente virada para trás
    Gente que vive
    Do menos mal e do tanto faz
    Mas o amor em que
    eu estou a pensar
    Anda remando contra a maré
    A desinquietar.
    Os meninos de amanhã
    Verão o corpo dessa ideia
    Que perturba o rame-rame
    Com a revolta que semeia
    E ao colo da liberdade
    Ouvirão contar
    O pão pão e o queijo queijo
    Que te anda a faltar
    Vão encontrar o tesouro
    Dentro do punho fechado
    Do discreto combatente
    Que está aí mesmo ao teu lado
    E das bocas saciadas
    Ouvirão contar
    Os porquês insatisfeitos
    Que o fazem lutar
    Há tanta gente virada para trás
    Gende que vive
    Do menos mal e do tanto faz
    Mas o amor em que
    eu estou a pensar
    Anda remando contra a maré
    A desinquietar.

    A do Camané encontra-se bem na Net. Abraço

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s