“a continuar assim o PS deve mudar de nome. Não pode continuar a chamar-se socialista”

Avisado pelo Troll Urbano fui ler a entrevista de António Arnault, fundador do PS, e ex-ministro dos Assuntos Sociais, mais conhecido pelo “pai” do Serviço Nacional de Saúde, à revista Visão desta semana. Arrasador para o Governo e para o Partido Socialista. Deixo alguns trechos.

socratesacusador.jpg

Imagem daqui

Como olha para o PS, hoje?

(…) o partido está a perder alma e identidade. A continuar assim não pode chamar-se socialista, tem de mudar de nome.

A ideologia ainda conta?

Ainda faz sentido falar-se em socialismo! (…) o que resta da utopia é o Estado Social. Por isso é importante defende-lo. O socialismo é encurtar diferenças sociais e reduzir desigualdades. No fundo mudar de vida.

Não é o que tem sido feito, portanto?

(…) a prática do PS não está à altura da sua responsabilidade. Ao reclamar-se socialista, assume um legado histórico e deve ser fiel a ele.

Fala assim quem era um moderado?

(…) Hoje sou da extrema-esquerda e sou o mesmo! O partido desviou-se tanto para a direita que, porventura, até estarei quase a sair …

Como descreve a geração que está no poder?

(…) Noto falta de cultura cívica. (…). Muitos deles não têm uma ideia para Portugal, não conhecem o país. Vivem do imediatismo, da conquista do Poder. Conquistado, vivem para aguentá-lo. Esta geração vale-se mais da astúcia do que da seriedade. E aprendeu os ensinamentos de Maquiavel.

Mas há marcas de esquerda [no governo]?

Não há marcas de esquerda neste Governo. Essas deviam estar no terreno social mas, como já vimos, os direitos sociais estão um pouco proscritos. (…) Marca de esquerda era cumprir a democracia política, social, económica e cultural. Dentro do estado Social o direito à saúde é fundamental. E aí as marcas não são de esquerda…

São de quê, então?

Até a direita critica pela esquerda a política de saúde do PS! É absurdo, um escândalo! Não sei como se há-de chamar a isto!

O PS faz o que a direita teria vergonha?

O PS faz reformas que não devia. Se a direita fosse poder, não teria coragem de atacar o Serviço Nacional de Saúde como o PS. E o PS, na oposição, não deixava!

in Visão, nº 751 de 26 de Julho de 2007

Anúncios

4 comentários a ““a continuar assim o PS deve mudar de nome. Não pode continuar a chamar-se socialista”

  1. O PS no poder está a fazer o que o PSD ou qualquer outro partido faria.
    O problema é que actualmente 70% da legislação que entra em vigor em Portugal provém da União Europeia e desta só 10%, isto é, 7% do total, é que é sujeita a qualquer tipo de escrutinio nacional.
    E é este o problema, Portugal já não é um país independente e o governo está no “poder” para assumir as culpas do que vai mal e ser corrido nas próximas eleições.

  2. O liberalismo social (não tem nada a ver com socialismo liberal) – leia-se http://pt.wikipedia.org/wiki/Liberalismo_social – é muito diferente do que defende quer o PS ou o CDS, na sugestão infeliz que aqui foi feita. Exceptuando algumas “ideias” sociais (timidamente mal defendidas) do PS, ou “ideias” económicas (arrogantemente defendidas pelo partido conservador da direita) do PP, de resto nem estes dois, nem nenhum outro, têm alguma coisa a ver com o liberalismo social. Oficialmente, não há nenhum partido liberal social em Portugal, nem com esse nome, nem com esse programa, nem sequer parecido nas ideias que defende ou pratica.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s