Escravatura

“Pensei que não era grave bater e gritar com os trabalhadores e não lhes pagar o salário”, afirmou o dono de uma fábrica de tijolos numa província da China. Na referida fábrica foram encontrados trinta e um trabalhadores adolescentes, magros e com queimaduras dos tijolos quentes retirados logo após a cozedura. Um dos jovens adolescentes, deficiente mental, teria mesmo sido morto à pancada.

Este caso de escravatura parece estender-se a outras zonas do país, onde existirão alguns milhares de jovens a trabalhar como escravos, com o conhecimento das autoridades locais que fecharão os olhos a troco de dinheiro.

Tudo isto passa-se num país que, em Portugal, alguns teimam em considerar socialista.

Isto não é socialismo!

Anúncios

2 comentários a “Escravatura

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s