Ai Portugal, Portugal (IV).

Dizem-nos que isto está a ficar melhor, mas eu desconfio. Há dois dias o primeiro-ministro Sócrates deitou foguetes pelo crescimento económico de 2,1 por cento, ainda assim o mais baixo da UE.

Há uns dias, lemos que os administradores das empresas do PSI-20 recebiam salários acima dos 50 mil contos e que o salário médio dos trabalhadores era de 620 euros; lemos também que o poder de compra tinha descido ao valor mais baixo de há 22 anos e que Portugal foi o país que de longe mais cortou nos custos com os salários dos trabalhadores do Estado.

Hoje leio que o desemprego continua a crescer.

Não consigo perceber como o país pode estar melhor. Hoje não se consegue emprego. O que existe está degradado. O emprego perdeu qualidade e direitos. Os novos empregos hoje são sazonais e precários. Com mais desemprego, sem criação de empregos, o senhor primeiro-ministro, o senhor Victor Constâncio, podem dizer o que quiserem, o que não conseguirão, é convencer-nos que o país está melhor.

“Ai Portugal, Portugal, do que é que tu estás à espera.”

Anúncios

8 comentários a “Ai Portugal, Portugal (IV).

  1. E se às centenas de milhar de desempregados acrescentarem os que não tem trabalho fruto da dependência dos recibos verdes e dos que trabalham sem descontos…

    É a caminhada para a morte social.

    A hipocrisia persiste, e a maioria do povo continua a votar no pingue-pongue…

    abraço
    [[]]

  2. Fernando,

    Uma pequena correcção. O crescimento previsto para este ano é o mais baixo da Europa, certo. Os 2,1% são os dados efectivos do 1º trimestre em que, da zona Euro, só a Espanha cresceu mais que Portugal nesse trimestre.

    Quanto ao resto, realmente, não há nada de positivo a realçar.

    Grande abraço,

  3. Na sexta feira da semana passada o meu cunhado, Técnico de Informatica da Camara Municipal que é PS (clone do Sócrates, tal e qual) foi-lhe dito que iria tomar conta de uma sala de internet fora do edificio da camara (cónvem), o mais caricáto é que nem um computador tem para ele trabalhar , existem 4 computadores naquela sala que servem os miudos que frequentam… Grave, aquela sala está para fechar… sabes o que vai acontecer ao meu cunhado ….?Excedentario com quase 50 anos…dois filhos jovens… imagina… a causa outra cor politica ( PC ).è triste quando ele que é considerado por todos uma pessoa inteligente e o que mais auxiliava os colegas em horas de aperto ..uma pessoa sabes daquelas mesmo “pessoas” , estou triste…estes gajos do PS comparo-os a polvos estão metidos em todo o lado são as CCRS os centros de emprego, associações varias… estamos lixados…mesmo!!!!!

  4. Escrevi um comentario e não ficou, tenho de recomeçar…agora vou fazer mais curto.

    Dizia que ao longo destes anos tenho visto Portugal mudar de face, mudar de mal para bém (25 de abril, entrada na UE), e tenho reparado ha uns 5 anos esta degradação (desemprego, baixa do poder de compra)..

    Depois dizia que um crescimento de 2,1% não quer dizer grande coisa, pq 2,1 de pouco nunca pode ser muito.

    Acabas teu post por uma boa pergunta “Portugal, Portugal do que tu estas a espera”…essa pergunta tb me a faço muitas vezes…e penso que esses Srs por serem “engenheiros o Doutors” sabem “anestesiar” o povo….

    O ano passado quando regressei de férias, escrevi isto :

    Pelas estradas aos saltinhos

    com bermas inacabadas

    pequenas casinhas convivem

    com casas majestosas

    onde a pobreza e a riqueza se tocam

    onde o egoismo não deixa de existir

    la vão eles as romarias

    para esquecer as dificuldades do dia a dia

    sofrem as escondidas

    sempre alegres ao exterior

    sempre a mesa cheia para acolher

    o estrangeiro

    Ai, Portugal, Portugal

    quando vais acordar

    destes homens sem coração

    que te estão deixando morrer.

    Um beijo.

  5. Desemprego atinge os 8,4%
    O GOVERNO FALHA NO EMPREGO…
    Desde o segundo trimestre de 2006 que a da taxa de desemprego tem vindo a subir consecutivamente. A tendência põe agora o índice do desemprego no valor mais alto desde 1998, ano em que o INE mudou os critérios de apuramento da taxa de desemprego. Atingiu o valor mais elevado dos últimos 20 anos…

    UMA VERDADEIRA VERGONHA NACIONAL!

  6. Portugal está melhor? Depende do critério utilizado.

    Utilizando os critérios europeus, claro que está melhor. a inflação está baixa, a economia lá vai crescendo, o desemprego está aumentando gerando mão de obra disponível, as grandes empresas estão cheias de lucros, as pequenas estão a fechar, etc.

    É que não vale a pena acusar os nossos políticos de serem maus, o problema dos nossos políticos é o de serem eunucos políticos, sem poder algum. Quem realmente manda aqui é a União Europeia e estamos no “bom caminho”.

    Foi para isto que se formou a União Europeia.

    E podemos estar seguros de que isto não é nada, as coisas vão ficar muito piores.

    E não é com greves gerais que as coisas se resolvem.

    Se em vez de uma greve geral fizessemos uma manifestação monstra no Largo Jean Monet (atrás do Hotel Tivoli em Lisboa), onde está a representação da UE no nosso país, não duvido de que as coisas mudariam e muito. E nem necessitavamos de sair da UE, a próopria UE se encarregaria de nos favorecer para acabarmos com manifestações que davam muito mau aspecto.

    É que um dos nossos principais problemas é o de termos, por toda a Europa, a fama de adeptos fanáticos da integração europeia e é esta fama que permite que a UE nos espezinhe!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s