Governar à esquerda é possível.

No meu perturbante desassossego, um turbilhão de pensamentos agitam o meu dia a dia. Hoje não consigo abstrair-me deste pensamento:

Num sistema de multipartidarismo e de democracia representativa, como o nosso, não será possível aos governos ou às oposições manterem um discurso e uma prática consistente e coerente, quando estão no lado contrário?

Porque será que estando na oposição, o discurso político é um discurso identificado, como sendo de esquerda, um discurso que os faz ganhar as eleições e depois estando no governo, a prática é inversa ao discurso, isto é, as medidas que adoptam são, identificáveis, como sendo de direita?

Podemos dizer, sem medo de errar que são os discursos de esquerda, as políticas de esquerda, que fazem ganhar as eleições e as que correspondem aos anseios da maioria dos eleitores.

Logo seria legitimo pensar que os poderes, para darem expressão, à vontade da maioria que os elegeu, deveriam governar à esquerda, contudo, também sem medo de errar, invariavelmente, governam à direita.

O que é que isto significará?

Que os partidos e os políticos que nos tem governado, (pelo menos estes) são todos uma cambada de mentirosos? E porque mentem sempre? E porque mentindo sempre, continuam a ganhar as eleições? E porque governam sempre à direita? E porque não se governa à esquerda? Será que não é possível governar à esquerda em Portugal? Será que a esquerda está condenada a ser oposição? São questões para as quais cada um de nós terá as suas respostas.

Por agora, pretendo apenas dizer que é possível, falar verdade, falar em rigor, falar em responsabilidade, a governar à esquerda …mesmo. Mas para isso é preciso que a esquerda, seja uma esquerda credível e que apresente propostas convincentes, competentes, exequíveis, e claras nos propósitos.

Quando isso acontecer, teremos um governo e as políticas de esquerda que ao fim e ao cabo, à mais de três décadas o povo português reclama, uma sociedade melhor para viver, mais equilibrada, mais solidária, mais justa, uma sociedade digna, com uma rápida intervenção aos mais desfavorecidos e desprotegidos da sociedade que atravessam dias muito difíceis.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s