As leis antitabaco

A proposta do governo para limitar o uso do tabaco em espaços públicos, merece a minha aprovação na generalidade. O fumo do tabaco dos outros perturba-me imenso. Provoca-me mal-estar, o peito aperta-se-me, custa-me respirar, fico doente, estraga-me o dia. E acabo por dormir mal. Não é exagero, não. Não acontece sempre mas acontece quase sempre.

Se puder evitar o fumo dos outros, evito. Quer dizer que quando não estou bem …saio, saio, quando o fumo do cigarro dos outros está a incomodar-me. Não peço para os outros saírem, não peço para os outros deixarem de fumar. Saio eu. Mesmo quando estava sossegadinho no meu cantinho. Se calhar, não sei, não será lá muito justo, mas enfim. Os outros, os fumadores, ao contrário de mim, na proporção inversa, sentem um bem-estar e lá continuam. Sei que é assim. Também fui um fumador.

Mas o que os não fumadores não podem evitar é o fumo onde seria presumível terem algum resguardo. No local de trabalho, no restaurante, num café, numa reunião, em locais públicos, fechados ou acanhados. Sem uma legislação que proteja os não fumadores, não tenho o direito de exigir o respeito para os não fumadores; fumadores passivos dos cigarros dos outros. Com uma legislação que pondere os direitos das partes, fumadores e não fumadores, como me parece ser o caso, os fumadores passivos, ficam mais protegidos …a bem da sua saúde.

pablo-fumando.jpg

Não concordo nada com quem diz que esta é uma lei fundamentalista e belisca as liberdades individuais. Também não concordo, como alguns defendem, para deixar tudo na mesma, que se deixe ao livre arbítrio “do mercado”, a escolha de locais para fumadores ou não fumadores. A recusa de uma proposta desta natureza, por parte de fumadores é que revela um egoísmo pessoal e uma falta de respeito pelos direitos dos outros.

Sobre algumas multas, aí sim, em alguns casos, há uma clara hipocrisia, quase se elegendo o tabaco como inimigo público número um, quando é sabido, existirem outras substâncias tanto ou mais preocupantes, como o álcool, a poluição ambiental, e nada ou quase, ser feito a esse nível. O governo deve igualmente apoiar financeiramente, as alterações dos sistemas de ventilação, nos casos em se torne necessário, criar zonas de não fumadores.

Anúncios

7 comentários a “As leis antitabaco

  1. Pois eu, como diz o outro Thankyou for smoking!!! não concordo há coisas que matam muito mais que o fumo do tabaco e ninguem faz nada por travar. Começar pela fome mundial por exemplo … o dinheiro do imposto do tabaco … para vacinas … simples copos de leite ja resolveriam muita coisa … Deixem-me fumar enquanto estou a tomar o meu café ou depois de uma refeição com um grupito bebericar a espirituosa e fumar um cigarrito,bolas… sem me olharem de lado como se fosse uma serial killer… ora bolas…uma vez li um livro de um reporter , não me lembro agora o nome, sei que fiz um trabalho sobre ele na escola acerca do tabaco ele defendia acerrimamamente o fumador … tou com ele! Há coisas bem piores e ninguem se lembra de implicar com elas.!

  2. Nelly
    Esse raciocínio de que há coisas piores é perverso. Desautoriza-nos. Aprisiona-nos. Nivela-nos sempre por baixo, porque há sempre algo mais prioritário. Remete-nos para o pior …porque haverá sempre outras prioridades, …dependentes de quem as elenca.

    Deves e podes fumar sempre, mas de maneira a que o fumo do teu cigarro não incomode os que não fumam. É o principio de que a nossa liberdade termina quando colide com a liberdade dos outros. A legislação deve por isso ponderar os interesses de ambas as partes. Neste momento só protege um interesse, o dos fumadores. O cigarro depois do café, do almoço, em qualquer outra situação, pode saber-te bem, mas sabe mal aos outros, fumar também o teu cigarro. Separar os espaços, criar corredores de ventilação, como está previsto em algumas situações, protege ambas as partes, em que é estás contra? Poderá haver alguma implicação por parte de alguns, é sempre assim e não há nada a fazer, mas também é um problema sério, para outros, como é o meu caso.

    O que acho é que estais a dramatizar estas alterações com argumentos, esses sim fundamentalistas e egoístas. Porque não reivindicas fumar numa sala de cinema, no hospital, num ginásio, num pavilhão desportivo?

    As alterações legislativas pretendem alargar aos impedimentos actuais à proibição de fumar no local de trabalho, em estabelecimentos de saúde, nos serviços e organismos públicos, nos estabelecimentos de ensino, em lares de idosos, em creches, centro de tempos livres, campos de férias. E nos casos de restaurantes, bares ou discotecas, com espaços superiores a 100 m2 é-lhes permitido criar espaços de fumadores, até a uma máximo de 30% da área total. Parece-me razoável e respeita como disse os interesses e direitos de todos.

    Há sempre a alternativa de ficar tudo na mesma que era deixar ao critério do “mercado” a escolha se devem tomar ou não medidas para proteger os não fumadores. Não te parece que para além dos Vossos interesses e direitos, também há os interesses e os direitos que devem ser protegidos dos não fumadores?

  3. olha em relação aos corredores se eles realmente se construissem… mas se é para fazer como acontece em muitos sitios em Espanha, onde tenho ido, em que eu estou num local para fumadores e o que me separa de um não fumador é um cordão ao nivel do meu ombro quando estou sentada… pois… é que de certeza que vai ser assim, não estou a ver gastarem dinheiro em ventilações e eteceras…

  4. A democracia é o sistema em que a maioria decide sobre quem nos vai governar e a teóricamente derrotada minoria aceita. Nunca se ouviu falar que esse sistema fosse “fundamentalista”.
    Se a grande maioria é não-fumadora, não sei porque há tanta “confusão” para se aceitar uma lei que é feita para a maioria.
    Os fumadores tem todo o direito em fumar o seu cigarro, desde que não colida com o meu direito de não o fumar por tabela.
    Gosto muito de saborear uma refeição sem ter de sentir o cheiro nauseabundo do tabaco de alguém que está a desrespeitar esse meu momento.
    Será que custa tanto a um fumador aguentar alguns minutos até acender o seu cigarro fora de um espaço público onde eu e outros não-fumadores estão?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s