A OPA sobre a PT é agora apenas especulação financeira. Os trabalhadores, o Estado e os consumidores já perderam muito e vão ainda perder mais, seja qual for o resultado final

Belmiro de Azevedo lançou a OPA sobre a PT oferecendo 9,5 euros por acção, há uns dias aumentou para 10,5 e hoje disse que vai dar mais 5,10 euros por acção em três anos aos accionistas. Recordo que no lançamento da OPA, Belmiro disse que os 9,5 euros eram um preço justo e generoso e que era ponto de honra não mexer no preço.

Em pouco tempo Belmiro de Azevedo, acrescenta mais de 7 mil milhões de euros à sua proposta inicial sendo que 5, 7 mil milhões é exclusivamente para oferecer aos accionistas e é uma contra-resposta à administração da PT que por sua vez também, respondeu ao aumento da proposta de Belmiro com um pacote de remunerações aos accionistas de 6,2 mil milhões.

Tudo para os accionistas parece ser a palavra de ordem.

Se a administração da PT e Belmiro de Azevedo entregam estes mil milhões todos aos accionistas, se para cumprir estes desígnios se obrigam a alienar activos e a contrair empréstimos elevadíssimos o que sobra para cumprir as obrigações sociais com os trabalhadores e com o investimento em telecomunicações? Nada! São estes, os trabalhadores e o país, os únicos e grandes prejudicados com este negócio cada vez mais sujo.

Nesta negociata pouco ética em que se tornou esta novela, não há valor acrescentado para o país, para os consumidores e para os consumidores. Apenas e só especulação financeira de abutres.

O Governo tem de deitar mãos a isto com os “argumentos” que possui à disposição. Votar contra a desblindagem dos estatutos, acenar com a Golden-Share e lançar uma operação de aquisição sobre as infraestruturas físicas, para não dizer renacionalização, passando para o Estado a gestão da rede de cobre.

Para acabar com esta pouca vergonha em que uns, os especuladores bolsistas e financeiros, se enchem à custa de malfeitoria nos outros; os do costume.

Anúncios
por Fernando Publicado em OPA PT

5 comentários a “A OPA sobre a PT é agora apenas especulação financeira. Os trabalhadores, o Estado e os consumidores já perderam muito e vão ainda perder mais, seja qual for o resultado final

  1. Os espanhóis comandam á distancia com o testa de ferro Belmiro…

    O estado não pode accionar a golden share porque a UE não deixa. E a nacionalização da PT é completamente impossivel. Temos que honrar os compromissos europeus para o bem e para o mal.

    Depende dos nossos empresários (tenho muito pouca fé neles) competir com as ferramentas á sua disposição para assegurar o capital português.

    Sinal dos tempos.

  2. Teixeira: Não sei se são os espanhóis. A Telefónica está disposto a fazer o frete a Belmiro a troco da compra da posição da PT na Vivo. Convém não esquecer a France Telecom como parceiro internacional da Sonaecom.

    O Governo ainda pode accionar a Golden share. Aliás o Governo já disse que não abdica dos direitos que ela confere. Se vai usar esses direitos é que duvido.

    Não se trata de nacionalizar a PT. Mas defendo que as
    infraestruturas físicas de transporte e só estas (detidas e geridas pela PT e alugados aos outros operadores) voltem ao Estado de forma negociada, com oferta das contrapartidas naturalmente à PT e não propriamente “expropriada”.

    A propriedade da rede na PT, torna este operador simultaneamente grossista e retalhista o que lhe dá vantagens competitivas face a outros operadores. Aceito que o momento certo teria sido no momento da privatização da PT separando este negócio. Seria essa entidade (do Estado) que faria a gestão da rede e alugaria os circuitos físicos a todos os operadores em pé de igualdade.

    Uma empresa nacional de dimensão internacional, a ter êxito a OPA, vai ser completamente destruída e desmembrada, vai perder dimensão internacional e ficar nas mãos de uma família “provisoriamente” para ser depois vendida a um grupo internacional qualquer. Isto não é bom para o país.

  3. Concordo que a perda da PT para capital estrangeiro seja uma enorme perda para Portugal.

    Na questão da golden share também sou contra que o estado não use os direitos que esta lhe confere. Contudo a posição da UE a este respeito já foi bastante clara. E sabemos bem como Bruxelas consegue ser persuasiva quando quer…

    [[]]

  4. Não posso estar mais de acordo com o teu texto. Já perdemos e vamos continuar a perder seja qual for o resultado da AG de hoje.
    Sabendo que o capitalismo moderno não tem pátria, penso que perderemos mais se os Belmiros e seus comparsas conseguirem aquilo que parece não ir acontecer

    Vamos ver a posição do governo.

    Ao ponto que tudo isso chegou não tenho mais palavras, resta-me dizer que precisamos de um mundo melhor e que para que isso aconteça espero uma grande revolta, não sei quando ela acontecerá, mas urge!
    Continuação de um bom trabalho.
    um vénia

  5. Fernando,

    Hoje é o dia de muitas decisões mas nisso tens razão… quem menos ganhou com esta operação foram os trabalhadores da PT. Mesmo assim o que desejo é a mínima intervenção do Estado com excepção de criar condições para que o fundo de pensões não sobre para os contribuintes em geral.

    Abraço,

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s