Sá Fernandes afastado do debate sobre Lisboa.

sa-fernandes.jpg

O programa Prós e Contras da RTP poderia e deveria ser o programa do grande debate e de confronto de posições entre duas partes. Não é assim. Os Prós e Contras são um engano deliberado. Uma ou outra figura, de vez em quando, compõem o ramalhete de independência, mas remetida ao papel de convidado, padecendo do complexo PC não acrescenta nada de significativo. E se alguém se atreve a ir um pouco além do “arranjo”, Fátima Campos corta a palavra, desvia o assunto, chega a ser descortês, nada que um sorriso plácido e o resguardo de prima-dona do programa, não ultrapassem.

Só alguns papalvos, como eu, às vezes, ainda se prestam a ouvir os convidados principais e os da festarola, concertados em posições pouco distintas uma das outras. Uma vez ou outra aparecem uns “desalinhados”, bem-educados como o Carvalho da Silva, ou mais destravados, como o Garcia Pereira, mas também “obrigados” a meter a viola no saco, pois que ela é a dona da casa e fica mal, em casa “alheia”, ser deselegante e ainda por cima, tratando-se de uma senhora, como mandam as regras.

Na próxima segunda-feira vai ser discutida Lisboa. Vão estar lá os autarcas eleitos e representados na Câmara. Vão estar os representantes dos partidos. Mas não vai estar o Vereador José Sá Fernandes. Não foi convidado o representante do quarto partido mais votado mas foi convidado o quinto. Vá lá perceber-se…

Mas será possível hoje discutir Lisboa, discutir os problemas e as propostas para a cidade, falar sobre o combate à corrupção, sobre as obras embargadas, sobre a refundação de Lisboa, sem a presença de Sá Fernandes, se o objectivo é ter uma discussão séria sobre os problemas?

José Sá Fernandes é um exemplo de um homem devoto à causa pública, de dedicação impoluta à cidade, de combate à corrupção. Por mim erigia, “sem reservas”, uma estátua à sua figura. É sem dúvidas o paradigma do homem excelso em pessoa.

A ausência de convite no debate sobre Lisboa, empobrece a democracia e prova como Portugal é um país de pequenos, um país de obediência aos grandes poderes.

O não convite é a prova do medo de alguns, pelo poder político e pelo poder económico. A RTP não quer ouvir a voz mais incómoda, contra os poderes estabelecidos, ouvir as denúncias e as explicações de cumplicidades entre os homens fracos (ligados ao poder político executivo) e o dinheiro dos donos deste país à beira-mar plantado.

O dever de solidariedade dos participantes no “debate” e dos homens independentes deveria ser uma exigência cívica. Não deveriam ficar calados. Pela parte que me toca lavro o meu protesto.

Nota final: À margem desta polémica José Sá Fernandes é convidado para uma inauguração, fictícia, do Centro de Saúde de Marvila que continua por abrir portas, apesar de concluída em Abril deste ano, pela Associação de Moradores do Bairro dos Lóios, Flamenga, Armador e Amendoeiras. A solidariedade entre comparsas.

Adenda: A Isabel sugeriu e eu sigo-lhe o exemplo. Deixem o protesto no Provedor de Telespectador.

Anúncios

4 comentários a “Sá Fernandes afastado do debate sobre Lisboa.

  1. Olá Fernando. Deixei lá no Troll um convite a todos para enviar uma carta ao Provedor mostrando a nossa indignação por esta discriminação e por este atentado à Democracia . Ficou um link para o Provedor e os telefones da RTP. Acho que não deviamos ficar calados.
    Só uma nota. Os moradores do Bairro dos Lóios, Flamenga, Armador e Amendoeiras convidaram todos os veredores a estarem presentes…só Sá Fernandes aceitou o convite. para manter a cortina do silêncio, que talvez a todos convenha, parece que a solidariedade dos homens livres, passa claramente para segundo plano. A solidariedade para com os municipes que os elegeram, ao recusarem o convite dos moradores, ou a solidariedade com um vereador eleito, ao recusarem-se a participar na fantochada.

  2. Helena
    O José Sá Fernandes foi eleito pelo Bloco de Esquerda, e teve o apoio do Partido da Terra, dos Renovadores Comunistas e do apoio de centenas de pessoas independentes de todas as cores políticas e áreas de trabalho, como Gonçalo Ribeiro Telles – Professor Universitário, Acácio Barradas – Jornalista, Adelino Maltêz – Professor Universitário, Alexandra Lencastre – Actriz, António Barreto – Professor Universitário, Christiane Machado Coêlho – Socióloga, Clara Saraiva – Antropóloga, Cláudio Figueiredo Torres – Arqueólogo, Isabel do Carmo – Médica, José Mário Branco – Compositor, Miguel Esteves Cardoso – Escritor, Rui Tavares – Historiador,
    Rui Vieira Nery – Professor Universitário; para citar apenas alguns nomes mais conhecidos.

    O Bloco de Esquerda já tornou público um protesto. Eu, seguindo o exemplo, da Isabel Faria, já enviei o meu protesto.

  3. Exmo. Sr. Provedor do Telespectador

    Venho manifestar-lhe o meu profundo repúdio e solicitar a sua intervenção junto da administração da RTP pelo critério alegadamente empregue, para os convites ao próximo programa, Prós e Contras da RTP. Só depois de algumas criticas que foram surgindo, o argumento foi tornado público e teria sido o de convidar apenas as forças políticas que estiveram em coligação no executivo da Câmara.

    Esse critério é uma desculpa esfarrapada, destituída de sensatez e demonstra ser falso, sendo que se fosse verdadeiro, as forças políticas dos Verdes ou do PPM deveriam estar presentes (os primeiros fizeram parte de uma coligação no executivo PS/CDU e o segundo num executivo AD).

    Os próprios objectivos anunciados na promoção do programa; “O futuro da capital! Quem manda? Quais os projectos e como estão a ser cumpridos? Para onde vai Lisboa?” denunciam a falácia e apontam tão-só para uma discriminação de uma força politica e de um vereador que tem sido o principal rosto da oposição ao executivo da Câmara. Alguém que tem sido o responsável por iniciativas de grande impacto na cidade e no país a que ninguém tem sido indiferente, acrescentem-se, para justificar ainda mais a importância da sua presença no debate, as denúncias corajosas de casos de corrupção de Empresas de construção civil e do imobiliário, das queixas-crime contra a própria Câmara de desbaratamento, suspeito, de dinheiros públicos, da tentativa frustrada de o corromperem, da sua marca pessoal e indelével, no embargamento de obras emblemáticas dos executivos das Câmaras e das sua propostas políticas, subscritas por grandes figuras. É assim, por isso absolutamente incompreensível e inaceitável que uma estação pública, subsidiada pelos dinheiros dos contribuintes, deixe de fora o vereador eleito, cabeça de lista pelo Bloco de Esquerda, apoiado pelo Partido da Terra, por renovadores comunistas e diversas personalidades como Gonçalo Ribeiro Teles, António Barreto e Rui Vieira Nery e marque presença uma outra, com quase metade dos votos nas últimas autárquicas.

    Só posso presumir que o “critério” teve o único propósito de excluir José Sá Fernandes e o Bloco de Esquerda do debate público. A quem interessa este afastamento?

  4. Eu também vou protestar com o provedor. Estou farta de aturar a Fátima Campos e o seu sorriso de plástico.
    Estou farta de aturar aquela gente que por lá passa.
    Estou cansada dos prós e prós, agora que poderia finalmente aparecer uma pessoa do contra a Fátima não convida o Sá Fernandes.
    É verdade que os apoiantes de José Sá Fernandes é uma grande Salganhada, que vai do Berloque ao António Barreto, incluindo o arquiteco paisagistico, que segundo minha mãe me disse também foi ministro do Dr Sá Carneiro, no tempo da Associação Democrática. Ele foi apoiante de D. Duarte de Bragança e fundou o PPM parece. Mas prontes isso não importa, o Prof. Barreto faz muita confusão, a minha mãe diz que ele dantes também fazia parte de um programa do Miguel Sousa Tavares e parece que estva lá o intlectual da moda, o Sr Pacheco Pereira. Prontes isso não interessa para nada, mas vamos todas e todos protestar para vermos o Sá Fernandes no Prós para poder ter contras. Então ele não é convidado e convidam a Zezinha. Mas que conversa é essa o Senhor Provedor?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s