Qual deveria ser a condenação?

Uma mulher diz publicamente “eu assassinei” por duas vezes. Só de uma vez “matei” dois gémeos. Outra mulher também confessa que “matei um bebé”. Outra diz que em trinta anos “matou” muito filhos.

Estas mulheres “assassinas” nas suas próprias palavras estão livres. Arrependidas, mas livres. Pedindo perdão, mas livres. Será que deviam estar livres ou deviam estar presas?

O assassinato não é um crime grave punível com o mais alto castigo? Porque será que estas mulheres estão livres? Simplesmente porque fizeram um aborto clandestino ou num país onde estava legalizado.

Se fosse em Portugal e os tribunais cumprissem a lei estariam presa. Num outro país provavelmente poderia ser condenadas à morte por “assassínio” declarado.

Mas não … estas pessoas não são assassinas. São pessoas que recorreram ao aborto, embora tendo em conta as suas próprias afirmações, sei lá, se calhar até, deixem-me ser mauzinho, mereçam esse impropério, tendo em conta que quem faz um aborto não o faz a pensar que vai “matar” alguém, mas sim evitar que uma vida surja. Estes testemunhos foram feitos por mulheres que abortaram e se dizem arrependidas e foram aproveitados e apresentados numa sessão promovida por um movimento pelo NÃO ao aborto.

Se como dizem as próprias, “acompanhadas” pelo grupo do NÃO, são umas assassinas, o lugar certo seria mesmo a cadeia. Á luz da tese dos defensores da não despenalização do aborto, estas mulheres deveriam mesmo ser condenadas e não haveria pedidos de perdão, ou arrependimento que lhes acudisse.

Ao contrário do querem fazer crer não lhes inquieta a consciência. Se tivessem escrúpulos não pediam perdão, clamavam por compreensão com as mulheres que decidam abortar, não pediam a condenação, não empurravam para o recurso ao aborto clandestino, pediam apoio médico, apoio de profissionais de saúde, pediam equipamentos apropriados, pediam apoio psicológico, pediam segurança e higiene na interrupção da gravidez. Pediriam condições para as mulheres decidirem em consciência, em liberdade, reclamavam apoios de toda a natureza para auxiliar nas decisões.

Quando alguém defensor do não à despenalização, coloca no mesmo plano “os assassínios, o abuso das crianças e a interrupção da gravidez” está tudo dito sobre a doutrina moral destes defensores da penalização das mulheres.

Dizem eles que interromper a gravidez até às 10 semanas é um crime. E na mesma lógica, interromper a gravidez a qualquer momento por violação, por má formação do feto, colocar em risco a vida da mãe, não é também “matar”?

Despenalizar por amor é votar sim!

Anúncios
por Fernando Publicado em Aborto

3 comentários a “Qual deveria ser a condenação?

  1. Olá.

    Este foi o post que mais gostei de ler sobre o aborto, a despenalização e o abuso das crianças. Extraordinário não só na forma (escreves muito bem), como no conteúdo (arrebatador!). Concordo LITERALMENTE contigo.

    Criei tambem um espaço de debate sobre esta matéria e gostava que mais gente tivesse acesso a esta tua reflexão. Se me autorizares, ficarei muito orgulhoso em estar “linkado” aos teus argumentos.

    O poema na coluna ao lado ficou preso na minha garganta… apertou-me por um bocado. Obrigado!

    Gostava muito que participasses no debate aqui ou podes aceder em http://www.nervoptico.com/pajo onde por vezes sinto que não há esperança.

    Parabens e obrigado por conseguires tão bem pôr em palavras aquilo que nos vai na alma.

  2. Olá pajo.
    Obrigado pelas tuas palavras. Já fui ao debate ler os comentários. Acho que está a ser feito um debate com elevação, dou-te os parabéns por isso. Prefiro não interferir. Mas vou acompanhar.

    O melhor post que li até hoje sobre o referendo ao aborto foi aqui. http://arrastao.weblog.com.pt/arquivo/2006/12/porque_voto_sim

    É um texto muito grande mas vale a pena ser lido. É uma abordagem séria e coloca a discussão onde deve ser colocada.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s